close
El País

Lava Jato vive seu inferno astral à espera dos próximos passos do Supremo

Lava Jato vive seu inferno astral à espera dos próximos




Quando a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal anulou pela primeira vez uma sentença do ex-juiz Sergio Moro na Lava Jato, na terça-feira, a corte selou de vez o inferno astral que vive a operação. Já afetada pelos vazamentos obtidos pelo The Intercept, a força-tarefa de procuradores Lava Jato de Curitiba agora está à espera da repercussão jurídica do caso que deixou sem efeito a condenação de Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras. Por 3 votos a 1, o colegiado de ministros considerou que houve prejuízo ao direito de defesa de Bendine. A anulação ocorreu a partir de um pedido da defesa, afirmando que suas alegações finais foram apresentadas no mesmo prazo concedido a delatores que eram réus. A decisão provocou forte reação de Curitiba, que disse que o Supremo criou um precedente capaz de anular 32 sentenças da operação, com efeito potencial sobre até 143 réus. De acordo com o advogado de Bendine e outros juristas consultados pelo EL PAÍS, no entanto, não há efeito cascata imediato na decisão do Supremo.Seguir leyendo.



Source link : https://brasil.elpais.com/brasil/2019/08/28/politica/1567015012_895490.html#?ref=rss&format=simple&link=link

Author : Marina Rossi, Daniel Haidar

Publish date : 2019-08-29 01:29:26

Copyright for syndicated content belongs to the linked Source.

Tags : El País